quinta-feira, maio 01, 2014

promessas...


em uma tarde qualquer de um outono passado...

– não quero nada pra sempre... pra sempre sempre acaba. Te quero todo dia.
– combinado então
*cospe na mão de mentirinha e aperta*
– te quero todo dia por 80 anos. combinado?
– combinado.

...

como isso se perdeu?