segunda-feira, novembro 25, 2013

Dia do Mamute



Todo mês tem esse dia... e ultimamente, é o dia que chove, é o dia que tudo fica mais cinzento, mais soturno, mais triste... é o dia do mamute. 

É o dia em que se prolonga a ansiedade, o medo... dia do mamute.

E só porque esse mamífero queria voar... tentava, tentava... até que conseguiu e nunca mais voltou... merda, disseram. Talvez seja mesmo, talvez não. Só o futuro dirá. Mas ainda assim, no futuro haverá o dia em que o mamute será lembrado.

Os pecados são todos meus
Deus sabe a minha confissão
Não há o que perdoar
Por isso mesmo é que há de haver mais compaixão
Quem poderá fazer
Aquele amor morrer
Se o amor é como um grão

nasce o morre trigo... vive e morre pão.