quinta-feira, setembro 02, 2010

O homem e a lua




Era uma vez um homem que se apaixonou pela lua. Todas as noites em que ela surgia, ele subia a mais alta montanha para tentar demonstrar todos os sentimentos que nutria.

Uma bela noite de lua cheia, ele conseguiu chamar a atenção da lua. E eles acabaram virando amantes mas sem nunca se tocar. Juraram amor eterno e seguiram se encontrando todas as noites, separados pelo sol e a luz do dia.

Para o homem não era suficiente ser amante sem poder tocar sua amada. E pediu para a lua que lhe contasse o motivo. Ela disse que esse era o seu maior segredo e que não queria contar. Mas a insistência do homem foi tamanha que ela decidiu contar-lhe o seu segredo mais secreto mesmo sabendo que poderia perder seu amado para todo o sempre. Existia uma maldição.

Ela disse, então, para o homem que seu segredo mais secreto não poderia ser dito em voz alta, não poderia ser dito baixo no ouvido, teria que ser dito o mais próximo possível, teria que ser dito boca à boca... como um beijo. No momento em que os lábios se tocaram o homem se desfez como poeira e virou estrelas e música.