quinta-feira, julho 29, 2010

Separô



Separô diante de mim quando minha tristeza era parte do dia


E foi mais ou menos assim. E se você parar pra pensar, como lápis aquarela. Daqueles que pinta com água, que fica bonito, que deixa alegre.
E só tá fazendo bem. Mesmo que não seja fácil. Mesmo que existam fantasmas pra serem exorcizados. Mesmo que no final de tudo, seja só gargalhada e abraços, e beijos, e carinhos, e filmes, e ressacas...

Amo vc. E iria só até o fim, daria tudo e mais um pouco de mim.