segunda-feira, maio 12, 2008

Cinzas

Existem aqueles dias em que até dia nublado são atraentes e bonitos. Existe também outros em que tudo é indiferente. As situações parecem todas cinzas e se é invadido por um silêncio reflexivo anormal. Tudo parece que se arrasta lento e o ânimo esvai precocemente ao longo do dia.

Parece que alguma coisa se perdeu dentro de você e julga-se não existir motivos quando, na verdade, sempre existe e luta-se para que eles não emerjam diante do dia nublado... Fiquem nas profundezas que permeiam nossa personalidade.

Correntes te travam diante dos acontecimentos do dia, tempo se alonga, o frio se abruma e tudo parece parar como um faixo de luz e a poeira dançando.

Sua concentração fica inconstante. Por vezes ela some e lembranças saltam a sua frente te transportando para outros ambientes... Por vezes ela é sólida e te abraça em momentos atemporais em que parece que tudo fica suspenso.

Dias em que tudo é indiferente. Dias em que se acorda já pensando na hora de dormir.

Só se espera que no final do dia alguma coisa boa aconteça. Que algum sorriso ou abraço ilumine e afaste o que fez com que algo se perdesse no lado de dentro. Que fique tudo bem, para que o próximo dia possa vir atraente e bonito ainda que nublado.