terça-feira, julho 25, 2006

Buzinas

Nós seres humanos sempre tentamos mudar a natureza de certas coisas e imputar em tudo o dom de falar. Sejam animais, pedras, eletrodomésticos, plantas... Temos tanta necessidade de falar e nos expressar que seria perfeito se as outras coisas do universo também o fizessem e, de preferência, conosco.

Pela manhã, estava eu no meu trajeto para o trabalho quando um carro deu uma incomoda buzinada. Uma senhora com roupas de quem estava indo para a praia em plena terça-feira de manhã exclama: - Nossa! Que estresse!

E isso ficou martelando na minha cabeça...

Não contente em falar pelos cotovelos, falar com quem está do lado, falar com o volante, xingar, espernear... o coitado do carro também tem que se manifestar? E o pior: Nem personalidade ele pode ter... (Como todo ser humano, tenho o direito de animar seres inanimados) Tem que expressar o descontentamento de um motorista que provavelmente dormiu de calças!

Como se buzinar fosse solução para os problemas de transito de uma grande, ou pequena, cidade.

Nós seres humanos... não nos contentamos com a natureza de nada...
Sempre modificando... modificando...