sexta-feira, fevereiro 10, 2006

Momentos... retalhos...

Somos um ser um tanto quato complexo...
A nossa complexidade vai além do ponto vista biológico.

Quantas vezes estamos por dias bem e, de repente, bate uma tristeza...
Quantas vezes estamos insatisfeitos com o clima e quando ele muda, não nos contetamos...
Quantas vezes estamos sendo nós mesmos...

Como disse Luís Fernando Veríssimo, se não me engano: "O homem é o único animal que faz o que gosta e escondido e o que não gosta em público."

Até que ponto gostamos de ser nós mesmos... e até que ponto somos aceitos...

Somos compostos por momentos... nossa vida não é contínua; lienar...

Isso é realmente estranho... somos complexos.